Entrevista – Pink Floyd Collection

0
Forma

Descrição gerada automaticamente
Símbolo da banda The Pink Floyd Collection / Reprodução: página oficial do Facebook

Existem muitos grupos que fazem tributo ao trabalho de outros artistas, e dentre eles, o The Pink Floyd Collection é uns dos mais conhecidos dentro de Belo Horizonte.

Há cerca de 15 anos, eles recriam os trabalhos da banda de rock inglesa Pink Floyd, e apresentam performances incríveis em cima dos palcos. Por conta disso, convidamos alguns integrantes para nos contar um pouco sobre: 

  • A formação da banda; 
  • Lugares que eles tocavam no início;
  • Como mantém a carreira deles atualmente;
  • Projetos futuros.

E muito mais! A entrevista está disponível no nosso canal do Youtube, o Rock In BH, e você pode acessar através do link abaixo. Não esqueça de deixar o like e compartilhar o vídeo!

Siga-nos também nas redes sociais, pois sempre divulgamos quais serão os próximos entrevistados ou temas de vídeo. 

Quem são The Pink Flyod Collection? 

Tudo começou quando um grupo de amigos resolveu montar uma banda. De acordo com Junio Marinho, não foi muito difícil reunir os músicos necessários para isso acontecer pois onde moravam, havia pessoas que tocavam todos os tipos de instrumento. Sendo assim, em 2005, surgia o Pink Flyod Collection.

Como começou o interesse no Pinl Flyod?

Mas antes de levar o nome atual, o projeto inicialmente era um tributo ao Guns N’ Roses e até outros grupos, mas dentre diversas ideias, surgiu a de tocar Pink Flyod.

Muitos dos integrantes tinham facilidade para tirar o som da banda de rock progressivo e assim eles seguem por 15 anos, em vários pubs de Minas Gerais. 

Integrantes da banda

Apesar de a banda ser composta por seis integrantes, apenas três deles são da formação original: Bárbara Torquetti – também chamada de Babi, vocalista – Junio Marinho, tecladista e Sith Nascimento – apesar de esse ser o apelido dele, o nome verdadeiro é Jairo; além disso, é irmão de Junio e guitarrista da Pink Flyod Collection. 

Junto a eles, também há mais três membros: Leandro Almeida – conhecido como “rapadura” – pediu para entrar oficialmente em 2014, após fazer alguns trabalhos em conjunto e ver que eles estavam passando por uma transição do cargo.

E dois meses depois, Matheus Bicalho – também guitarrista – também se tornou integrante. Por fim, o baterista Henrique Morais entrou na equipe e completou o integrantes da banda.

Apesar de todas as dificuldades do último ano, a Pink Flyod Collection se mantém firme e forte. E caso você queira acompanhar as novidades sobre o grupo, ou até mesmo o dia a dia dos integrantes, siga-os nas redes sociais abaixo: 

Gostou? Deixe já seu comentário!

Você já ouviu o som e acompanha o trabalho da Pink Flyod Collection? Gostou?

Deixe seu comentário e fale mais a respeito dos trabalhos e projetos da banda. É sempre importante complementar o conteúdo deste grande artista do nosso cenário.

Compartilhar.

Sobre o Autor