Tipos e Estilos de Rock – Anos 50, 60, 70, 80, 90 e 2000

0

tipos e estilos de rock anos 50 60 70 80 90 2000

O Rock é, sem dúvida, o maior estilo musical de todos os tempos. Sua abrangência ao longo da história e permanência durante tanto tempo no topo das paradas de sucesso só comprova essa visão. Esse estilo musical consegue arrastar uma multidão de fãs dos mais variados tipos.

Um fator determinante para a elevada popularidade do rock é, certamente, a sua grande quantidade de subgêneros. Pop rock, heavy metal, punk rock e muitos outros estilos surgiram sob a influência do rock dos anos 50. Pensar nisso nos faz enxergar como um único estilo consegue chegar a tanta gente.

É claro que todos esses novos estilos não surgiram de uma vez. Cada um foi aparecendo de acordo com tendências da época e diante de novos experimentos. Por isso, veja a seguir o que ocorreu em cada década desde a criação do rock e porquê cada uma foi marcante para a história musical.

Estilos e Bandas de Rock – Anos 50

bandas tipos e estilos anos 50

Os anos 50 foi marcado por muitos estilos musicais que eram apresentados nos EUA. Tínhamos blues, jazz, soul, country, gospel, e a música afro-americana. Porém, todas estas músicas tinham características em comum: era tocadas por negros.

  • Tipos e Estilos de Rock dos Anos 50: Soul, Jazz, Blues, Country, Rhythm & Blues, Gospel e músicas afro-americanas. Não eram necessariamente o rock, mas eram músicas que em um conjunto formou o estilos do rock n’ roll.
  • Bandas de Rock dos Anos 50: Elvis Presley, Little Richard, Chuck Berry, Muddy Waters, Ray Charles, Nina Simone, Bill Hally & Hit Comet, Pat Boone.

O domínio negro na música

bandas anos 50

O domínio da música pelos negros nesta época é algo muito interessante. Não que os brancos não tocassem ou se apresentassem musicalmente, porém, havia uma diferença música negra com a branca, que era a energia da música.

Enquanto os brancos buscavam ser mais eruditos, focavam mais nas músicas clássicas, mais na forma elegante de entoar suas músicas, o negro apresentava uma música mais viva, mais vigorante, mais dançante. 

A música mesmo tocada nas igrejas negras naquela época mostra um pouco desta vibração, e este estilo foi a raiz do blues e do jazz, que então passaram a ser músicas da black music da época, tocadas e clubes e bares, guetos, entre outros lugares.

Little Richard sem dúvida foi um exemplo desta época que deu poder ao estilo musical. Seu jeito dançante, sua voz vigorante e sua irreverência sem dúvida foram uma inspiração a partir de então. Sábio como ele é, possui uma frase que marcou a sua carreira, e a do estilo: “Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum!“.

O famoso R&B – Rhythm & Blues

rhythm & blues anos 50 50s

Com o surgimento de novos artistas, e com o vigor que as músicas vinham tendo com o passar do tempo, e não seguindo uma linha mais lenta como a do jazz e do blues, mas que já possuíam uma batida, houve então um surgimento de um termo comercial, chamado R&B, ou com o termo completo: “Rhythm & Blues”.

A batida a partir daí começou a mudar. A música passou a ser ainda mais intensa, ainda mais vigorante. Não dava para simplesmete escutar o ritmo sem dançar. 

Então, grandes nomes do R&B passaram a atuar neste meio e fazer grande sucesso, como Chuck Berry, Muddy Waters. A guitarra era mais presente, a bateria era mais marcada, o baixo soava mais, e as notas eram mais rapidas. 

A partir de então, os bailes já não eram mais a mesma coisa.

Alan Freed – O inventor do Rock n’ Roll?

alan freed rock n roll anos 50

Com o “boom” do R&B, o estilo não somente atraiu muito os negros, como também os brancos. Havia sim, e de forma ainda forte, o preconceito com tudo que era considerado negro ou criado por negros, mas não dava pra negar que o que foi feito nesta época tiravam as pessoas do eixo, e a vontade de dançar e curtir era inegável.

Vendo esta situação, Alan Freed, um DJ (disc-jockey) da época, começou a tocar R&B na rádio em que trabalhava, no seu programa chamado “The Big Beat”, que tinham como público os brancos e negros. Com o tempo, o estilo foi completamente difundido entre todos os estados do país, Alan então, passou a aproveitar o calor deste som para promover eventos neste estilo.

Porém, um fato curioso: nestes eventos que Alan Freed promovia, o que foi realizado em Nova York lhe gerou um certo problema, pois o nome do seu show era “Moon Dog Show”. Porém, em Nova York existiu um mendigo que era chamado de “Moon Dog”, e o processou devido a utilização deste nome nos eventos.

Diante disto, Alan Freed precisou às pressas mudar o nome do evento. Como o estilo tinha muito da energia e do mexer o corpo, ele deu o nome do evento de “Rock n’ Roll Show”, porque o nome rock n roll se referia a isto. A partir daí, temos o início de uma nomenclatura que nunca mais morreu.

Bill Halley, Jerry Lee Lewis e Elvis Presley – Os brancos entram em cena

bandas anos 50

A partir daí temos então o rock n roll fazendo parte da vida das pessoas. 

Porém, temos uma grande diferença desde então. O ritmo nasceu dos negros, porém, agora era tocado pelos brancos.

Interessante que não foi uma forma nova, não houve a partir daí algo inovador, FOI PRATICAMENTE UMA CÓPIA DO QUE JÁ EXISTIA. Só para gente uma idéia, Little Richard tinha seu estilo e suas músicas. Pat Boone cantava “Tutti Frutti”, no mesmo ritmo, e da mesma forma, e há registros disto. Claro, o jeito do Little Richard era único, mas a ideia foi apenas pegar o que já existia e fazer dentro do “jeito branco”. 

Mas algo temos que concordar: o R&B tocado e cantado por brancos deu ao estilo rock n roll uma forma de fazer com que a música virasse realmente um grande business. Então, tivemos grandes nomes no final dos anos 50:

  • Bill Halley & Hit Comet com a música “Rock Around the Clock”,
  • Jerry Lee Lewis, nos seu piano sendo freneticamente tocado, tendo uma vez que ele ateou fogo em seu piano,
  • “The King”, Elvis Presley, que aí sim, apresentava um estilo único no seu gingado e na sua voz.

A partir daí o rock começou a rodar o mundo, e as turnês começavam a acontecer, principalmente as turnês britânicas, que passaram a influenciar jovens ingleses, que passariam a ser grandes nomes do cenário do rock, como os Beatles.

Celly e Tony Campello oferecem um jeito brasileiro de dançar o rock n roll!

bandas anos 50 tony celly campello

Celly e Tony Campelo então adotaram o estilo com músicas que tinha a linha do gingado do rock americano da época, com o mesmo tipo de melodia, porém, com toques de brasilidade.

Celly e Tony então fizeram seus sucessos com os hits de “Estúpido Cúpido”, que na verdade não foi uma música criada por eles, mas por cantada por Connie Francis (Stupid Cupid), e também “Banho de Lua” e “Broto Legal”.

Estilos e Bandas de Rock – Anos 60

bandas tipos e estilos anos 60

Foi logo na década de 60 que nomes como The Doors, Janis Joplin, Beatles, Rolling Stones e Jimi Hendrix surgiram. Bandas e cantores muito famosos e que, mesmo quem não curte muito conhece.

Essa foi uma década marcante pois, enquanto o quarteto dos Beatles estavam no início de carreira com músicas certinhas, os Rolling Stones estavam fazendo sucesso no caminho oposto, que lhes rendeu a fama de ousadia e rebeldia.

No final da década surgiram nomes como Pink Floyd que trouxe à tona um novo estilo, um rock psicodélico e progressivo. Diferente de tudo que já havia sido visto. Faixas imensas e shows repletos de efeitos visuais e sonoros eram algo totalmente inovador para época.

  • Tipos e Estilos de Rock dos Anos 60: Rockability, rock n’ roll, rock psicodélico, surf rock, jovem guarda, rock progressivo, folk rock.
  • Bandas de Rock dos Anos 60: Rolling Stones, Beatles, Beach Boys, Jimi Hendrix, Janis Joplin, Joe Cocker, Creedence, Led Zepplin, Pink Floyd, The Doors, Greatful Dead, Bruce Sprinsteen.
  • O que é o rock progressivo: Esse subgênero surgiu na Inglaterra por volta da metade da década de 1960. Apareceu como uma fusão da música pop e do rock com outros gêneros de harmonia um pouco mais complexa. As músicas desse período não hesitaram em misturar estilos como o jazz e música clássica. Tudo isso era coroado com o que havia de mais modernos nos estúdios de gravação da época somado ao som dos teclados eletrônicos como o sintetizador. Em sua essência, o rock progressivo extrapolava o formato canção em músicas, inserindo longos trechos instrumentais.

Bandas que dominavam em 1961

bandas de rock anos 60

A partir daí temos início de bandas ainda mais enxutas, onde os instumentos eram compostos cada vez mais com guitarra, baixo e bateria. Porém, bandas que nasceram nessas épocas tinham ainda grandes influencias de artistas dos anos 50.

Nesta época temos os adventos de: Beatles e Rolling Stones, duas bandas britânicas, com fortes influências do rock americano, onde John Lennon teve o início muito se baseando no Elvis, enquanto os Rolling Stones eram mais apegados ao blues, com ou Mike Jagger e Keith Richards já tinha mais influências de Chuck Berry e Muddy Waters.

Por fim, mais um estilo nesta época teve sua importância, que foi o surf music, com  o advento dos Beach Boys.

O rock psicodélico no final dos anos 60

bandas de rock psicodelico anos 60

Chegando ao final da década de 60, muita coisa evoluiu deste então. Neste período, os Estados Unidos tinha um movimento social do hippies, que pregavam um novo estilo de vida e uma nova visão sobre o mundo.

Muito aconteceu nesta época, quando surgiu um dos maiores guitarristas de todos os tempos. Foi o verdadeiro influenciador dos maiores guitarristas da atualidade, chamado Jimi Hendrix. Houve um momento em que Hendrix tocou no mesmo palco com Eric Clapton, que estava no auge neste período, mas que ao pisar no mesmo palco com Jimi, ficou totalmente surpreendido com ele.

Além disso, outro nome bem comum da época era Janis, com sua voz rouca e ao mesmo tempo potente, sendo uma das poucas mulheres a fazer o sucesso que Janis fez.

Além disso, tivemos vários e vários outros artistas do rock: Creedence, Joe Cocker, Pink Floyd, Led Zepplin, entre muitos outros que ascenderam bem nesta época.

O grande evento – Woodstock Festival

woodstock festival bandas anos 60

Em 1969, houve um dos maiores festivais de todos os tempos, liderados por Michael Lang e um grupo de investidores que estavam dispostos a realizar um grande evento com vários artistas da época.

O evento aconteceu no terreno do fazendeiro Max Yasgur, na cidade de Bethel, em Nova York, onde o show estava para ser feito com um público de no máximo 200 mil pessoas, sendo o ingresso vendido a 24 dólares. Porém, o evento comportou 500 mil pessoas, de vários lugares dos EUA, o que gerou um verdadeiro caos nas estradas de Nova York.

Grandes bandas toparam tocar no evento, onde o Creedence foi o primeiro a dar o seu aval de compromisso para tocar, e abriu a porta para que outras grandes bandas também aceitassem. Claro que, bandas como Beatles, Rolling Stones, Led Zepplin e The Doors, entre outras foram chamadas, porém tiveram seus motivos para não tocarem, mas não dimensionaram a proporção que o eventos chegaria.

O Brasil possuía um novo “rockeiro”

E no Brasil, temos sempre uma forma de “abrasileirar” as coisas. Na década de 60, tivemos o movimento da Jovem Guarda, que passaram a representar o nosso rock, como Erasmo Carlos e Wanderléia.

Um dos maiores rockeiros desta época no Brasil não foi nada mais, nada menos que Roberto Carlos, com letras apaixonadas e influência do rock dos anos 50, o rock n roll e o surf music.

Estilos e Bandas de Rock – Anos 70

bandas tipos e estilos anos 70

Clássicos surgiram nesses anos. Foi nessa década que surgiu o famoso rock de arena com bandas tão importantes que eram capazes de lotar estádios. Queen, Kiss, Aerosmith, Scorpions e AC/DC podem ser citados como os nomes mais notórios dessa época.

A década de 70 foi tão agitada que não parou por aí. Em seus nos finais, surgiu mais um subgênero muito importante para a história do rock. O punk teve nomes importantes como Ramones, The Clash e Sex Pistols.

  • Tipos e Estilos de Rock dos Anos 70: Garage Rock, punk rock, new wave, glam rock, hard rock, rock progressivo.
  • Bandas de Rock dos Anos 70: Ramones, Kiss, AC/DC, Queen, Black Sabbath, Deep Purple, Mutantes, Aerosmith, Scorpions Eagles, Rush, The Clash, The Police.
  • O que é o hard rock; Nascido nos anos 70, o termo e o estilo Hard Rock surgiu para dar nome às bandas que praticavam um som mais pesado e mais potente do que se estava acostumado na época. A maior parte das bandas que ficaram famosas nesse período eram fortemente influenciadas pelo blues britânico. 

O rock progressivo começa a engrenar

bandas anos 70 tipo e estilo rock progressivo

O estilo rock progressivo, que podemos dizer ser um rock mais erudito, começava a tomar ainda mais forma. O estilo dar um pouco mais de complexidade e acabamento nas notas.

Ele mantém a batida mais pesada, porém incrementa instrumentos mais eruditos. Temos o Jethro Tull que inclui instrumentos de sopro.

As músicas neste estilo tendem ser um pouco mais demoradas, mas a ideia é surpreender com um som ainda mais surreal em alguns momentos, e solos também que buscam falar mais que a própria voz.

Neste meio, estão Pink Floyd, Led Zepplin, The Who, Deep Purple, entre vários outros.

O hard rock oferece mais peso

kard rock bandas tipos e estilos anos 70

O hard rock foi a nova forma de colocar ainda mais intensidade no som. Guitarra cada vez mais pesadas com distorções para o riff sair ainda mais nítido, e os solos poderem ter um agudo ainda mais sustentado pelo efeito.

Podemos dizer que uma grande banda que foi influência para a ascensão do heavy metal foi o Black Sabbath, que não chegava a ser ainda um metal, mas foi a porta de entrada e grande influência para a geração dos anos 80.

Para este estilo, temos Kiss, Twisted Sister, AC/DC, e outras grandes bandas que representaram o hard rock.

O glam rock oferece um novo estilo

glam rock bandas de rock estilos e tipos anos 70

O glam na verdade não é um estilo exclusivo do rock, mas também de vários outros setores da sociedade naquela época. Porém, muitos artistas resolveram adotar este estilo para cima dos palcos. Temos o Elton John por exemplo, que fazia parte do movimento glam, subindo aos palcos com roupas bem chamativas e muito enfeitadas.

Com isso, bandas e artistas como Twisted Sistes, Kiss, Alice Cooper, David Bowie, também passaram a se enfeitar mais, e subindo aos palcos como artistas do rock que também adotavam o estilo glam em suas apresentações.

Surgimento do punk rock e new wave

punk rock bandas dos anos 70 tipos e estilos

O surgimento do punk rock foi libertador para alguns, mas também foi um verdadeiro inferno para outros. O punk era um estilo que tinha como característica: fazer barulho, notas simples, e em boa parte usar as letras das músicas como protesto político ou algo do gênero.

O punk sofreu um grande preconceito no mundo artístico devido a seguir esta linha, onde na visão de muitos, era a decadência do rock. Mas para muitos outros, foi uma luz do fim do túnel para aqueles que queriam tocar, porém não viam esperança com o rock progressivo e o hard rock, pois eram estilos que necessitavam de mais técnica, mas viram esperança no punk rock. Os Ramones foram uma das maiores bandas punk que caíram na graça do mainstream.

Com o fim do punk rock nos anos 70, pois para as rádios eram um estilo que foi bom no início, mas escutando demais acabava sendo enjoativo, então seguiu a partir daí uma linha chamada New Wave, que seguia a mesma simplicidade na melodia, porém, com batidas mais incrementadas. Uma das bandas que representavam este movimento foi a Blondie.

Estilos e Bandas de Rock – Anos 80

tipos estilos de rock bandas anos 80

O estilo dos anos 80 marcou tanto quanto a música. A combinação entre roupas ousadas e maquiagem de cores vibrantes certamente chamaram bastante a atenção. Algumas bandas de hard rock com bastante apelo visual aproveitaram a moda do momento e fizeram sucesso. Guns N’Roses, Poison, Motley Crue e Bon Jovi são alguns exemplos.

O heavy metal se manteve firme na década de 80 e se consolidou com nomes importantes, dos quais podemos citar Metallica, Megadeth e Slayer. Foi ainda nessa época que, no Brasil, surgiu a banda Sepultura, tida até hoje como a maior do gênero no país.

  • Tipos e Estilos de Rock dos Anos 80: Pós-Punk, Heavy Metal e suas variações, Pop Rock, New Wave, Hard Rock .
  • Bandas de Rock dos Anos 80: Iron Maiden, Guns n’ Roses, Skid Row, Metallica, Motorhead, The Smiths, New Order, Megadeth, Sepultura, Roxette, Pet Shop Boys, Slayer.
  • Bandas de Rock Nacional dos Anos 80: Aborto Elétrico, Nenhum de Nós, Ultrage a Rigor, Barão Vermelho, Kid Abelha, Nenhum de Nós, Biquini Cavadão, Camisa de Vênus.

Hard Rock no seu Auge

Vemos neste tempo umas das maiores bandas do hard rock fazendo um imenso sucesso nas paradas: Guns n Roses, com Axl e seu vocal rasgado, e Slash, com um estilo totalmente excêntrico, e uma cartola muito estilosa. Riffs marcantes e solos bem construídos. Esta sem dúvida foi uma das bandas que mais marcou na época.

Mas ainda tivemos excelentes bandas: Skid Row, Motley Crue, Bon Jovi, Poison, Scorpions, Van Halen, Whitesnake, e várias outras.

Surgimento do Heavy Metal

O heavy metal foi uma vertente traçada para que a música tivesse um peso ainda maior, com letras ainda mais impactantes, onde as letras pudessem chegar ao mais profundo ser sombrio do ser humano. Era um estilo que queria impactar.

Bandas como Metallica, Megadeth, Slayer, entre outras, atingiram um público enorme devido a este intuito de chegar em um caminho em que outros estilos na chegavam, com um som que as outras bandas não faziam.

Ascensão do Pop Rock no Brasil

O Brasil viveu desde então uma era de ditadura militar, censura, e diversas situações, como guerras civis, luta contra grupos comunistas, entre outros.

Ao sair desta situação, o povo queria muito se expressar diante destas situações, e foi quando tivemos um “boom” de várias e várias bandas nacionais, que expressavam bastante sobre política, sociedade e muitas coisas relacionadas ao Brasil.

A partir daí, muitas bandas surgem com um propósito de ascender a arte musical, e principalmente no rock. Temos bandas como: Ultrage a Rigor, Barão Vermelho, Aborto Elétrico, Kid Abelha, e muitas outras grandes bandas que fizeram história no cenário nacional.

Estilos e Bandas de Rock – Anos 90

tipos e estilos de rock bandas anos 90

A onda do Heavy Metal e do Hard Rock deu espaço para o Grunge. Esse estilo musical imperou durante toda a década e podemos citar como seus principais representantes Nirvana, Alice in Chains e Pearl Jam.

Como é esperado, bandas que surgiram nessa década ainda estão em atividade hoje em dia. São bandas integrantes do subgênero Britpop: Oasis, Radiohead e Blur.

  • Tipos e Estilos de Rock dos Anos 90: Heavy Metal e suas variações, Pop Rock,  Hard Rock, Grunge .
  • Bandas de Rock dos Anos 90: Nirvana, Red Hot Chili Pepers, Pearl Jam, Foo Fighters, Alice in Chains, Green Day, Oasis, Rage Against Machine, The Offspring.
  • Bandas de Rock Nacional dos Anos 90: O Rappa, Mamonas Assassinas, Skank, Charlie Brown Jr, Jota Quest, Raimundos, Planet Hemp,  Pato Fu, Angra, Los Hermanos.

O Hard Rock bomba

Muitas bandas do estilo hard rock começam a fazem grande sucesso nos anos 90. Interessante que as bandas de hard rock dos anos 80 surgiram no final da década. Logo, começaram a fazer grandes trabalhos no início do anos 90.

Um dos maiores trabalhos, sem dúvida, foi do Guns n Roses, Use Your Illusions, com uma variedade grande de clipes de suas músicas, além é claro, de ter Could Be Mine ser uma das músicas de um dos maiores filmes da época: Exterminador do Futuro 2.

Ascensão do Grunge

É interessante como parece que revemos um modelo do punk aqui no anos 90, porém, não trazendo as mesmas características, mas as mesmas simplicidades.

Pearl Jam aparece fazendo músicas de sucesso, além de Alice in Chains, e Nirvana lança seu famoso álbum “Nevermind”.

Raimundos e Mamonas Assassinas

O Brasil tem também seus sucessos nos anos 90, onde duas grandes bandas tinham características bem irreverentes nesta época, trazendo uma linha ainda mais ousada em suas letras.

Raimundos com letras em que incluia palavrões e sexualidade, o que para a maior parte do público do rock nacional, era sensacional. E os Mamonas Assassinas, com músicas super divertidas, que atingiu um sucesso imenso em um curto espaço de tempo. Porém, infelizmente eles vieram a falecer em 1996, em uma viagem para apresentação.

Estilos e Bandas de Rock – Anos 2000

estilos e tipos de rock bandas anos 2000

A primeira década de 2000 foi o auge do indie rock. The Strokes, Artic Monkeys e Franz Ferdinand são bandas famosas que compõem esse gênero. Ainda nessa década popularizou-se o estilo de rock emo, tendo como representantes bandas como 30 Seconds to Mars e My Chemical Romance.

Assim como tantos outros estilos musicais, a propagação do rock pelo mundo mudou muito durante os últimos anos. A relação do público com a música mudou, o que tem seu efeito em qualquer estilo.

Estilo Emocore

O Emocore surgiu para um estilo que seguisse a mesma linha do punk rock, se tratando de uma batida no estilo punk/hardcore, porém com letras que seguiam a linha mais depressiva, tratando-se de amor, sociedade, entre outros temas.

O estilo emocore tiveram várias bandas nestes momentos que seguiram esta linha, como My Chemical Romance, que foram uma das banda referências deste estilo, que bombou fortemente na metade dos anos 2000 em diante.

Um novo jeito de fazer rock

A partir deste momento o rock sofreu ainda mais alterações, tanto na musicalidade, quanto no estilo. Algumas vertentes trouxeram uma forma de impactar ainda mais, como o new metal, onde grandes referências foram Slipknot, Korn, System of Down.

Outros estilos tiveram uma outra linha de apresentar um som mais pesado, mas que fosse mais na linha popular, como Nickelback, Linkin Park, Creed, entre outras bandas.

Além disso, surgiram também bandas que queriam manter a linha do metal, mas com uma pegada hardcore, surgindo aí o Metalcore, com Avenged Sevenfold.

 

Compartilhar.

Sobre o Autor

Amante do estilo rock n' roll, tem experiência com o estilo e bandas. Procura fomentar o movimento através do Rock in BH, oferecendo um conteúdo de qualidade para pessoas do ramo, apaixonadas por rock, e para aquelas que estão em busca do conhecimento do rock n' roll. Desenvolvedor de sistemas e jogador de futebol americano. Casado e feliz com a Nathalia Martins.