Rock In Rio – O Que Mudou De Lá Pra Cá

0

Com certeza não existe um fã brasileiro de música que nunca tenha, ao menos, pensado em ir a uma das edições do Rock In Rio. O festival é enorme e seu surgimento, lá em 1985, colocou o país na rota definitiva dos grandes shows. Nomes como Queen, Iron Maiden, AC/DC, Yes e muito mais tocaram por aqui em apresentações que ficaram para a história.

O primeiro grande festival do Brasil

Sediado no Rio de Janeiro, mais precisamente em um terreno no bairro de Jacarepaguá – que mais tarde ficaria conhecido como Cidade do Rock – 1 milhão e 380 mil pessoas passaram por lá durante 10 dias para ver os maiores nomes da década tocarem.

Nesse ano se apresentaram como atração principal: Queen, AC/DC, James Taylor, George Benson, Rod Stewart, Yes, Ozzy Osbourne e Iron Maiden. Nada mal para uma edição de estreia, não é?

A segunda edição foi ainda melhor

No ano de 1991 o festival retornou às terras cariocas e, mais uma vez, não decepcionou o público sedento por música. Nesse ano, o Rock in Rio veio de cara nova e ocorreu nos gramados do estádio Maracanã.

O festival trouxe Guns N’Roses, Run DMC, Joe Cocker, Megadeth, Titãs e muitas outras bandas para tocar no mesmo palco. Destaque mesmo foi o show do A-Há que bateu recorde de maior público pagante de um show.

10 anos depois…

A terceira edição levou 10 anos para voltar e o público estava sedento por mais apresentações históricas. Assim, o Rock In Rio retorna ao espaço em Jacarepaguá para 7 dias de shows e somando 160 artistas.

Além de marcar o retorno de Guns N’Roses e Iron Maiden, também trouxe nomes inéditos no país até então. Foo Fighters, REM, Oasis, Britney Spears e N Sync se apresentaram no Rio de Janeiro em shows inesquecíveis para toda uma geração.

Rock In Rio fora do Rio?

Três anos depois, em 2004, o festival cruza o atlântico e desembarca em Lisboa. Um novo conceito de música e entretenimento levaram aos palcos Metallica, Alicia Keys, Black Eyed Peas, Britney Spears, Kings of Leon para animar o público português.

As três edições seguintes foram todas na Europa. Em 2006, o sucesso de 2004 se repetiu nos palcos de Lisboa. Nessa edição, marcada por uma maior preocupação ambiental, nomes como Roger Watrers, Shakira, Sting, David Guetta, Marcelo D2 e Ivete Sangalo subiram ao palco.

Na edição de 2008 o Rock In Rio se expandiu e chegou até Madrid. O festival ocorreu nas duas cidades, Lisboa e Madrid, e deu origem ao Palco Sunset para celebrar a diversidade musical e cultural. Bon Jovi, Linkin Park, Bob Dylan e Amy Winehouse cantaram nessa edição.

Finalmente, Brasil outra vez!

No ano de 2011 o festival retorna à sua cidade de origem como sucesso absoluto. Os 700 mil ingressos foram esgotados em impressionantes 4 dias e o Rock In Rio trouxe apresentações memoráveis para esse público, tais como Steve Wonder e Coldplay.

Dois anos depois, em 2013, o festival voltou a ocorrer no Rio de Janeiro. Dessa vez mostrando que não há fronteiras para a música em mais uma edição gradiosa. No ano de 2015, mais uma dobradinha. O festival ocorreu no Rio de Janeiro e, pela primeira vez, em Las Vegas. Uma edição comemorativa dos 30 anos de festival.

O Rock in Rio de 2017 e de 2018 foram igualmente incríveis e grandiosas. Depois de 18 edições o festival não para de se reinventar e fazer sucesso. Nessas últimas a aposta vem sendo a mistura de estilos para além do rock. Estratégia que parece estar funcionando, não é mesmo?

Compartilhar.

Sobre o Autor

Deixe uma Resposta: