ROCK ANOS 50 & ROCK ANOS 60: QUAIS AS DIFERENÇAS?

0

Você sabe quais são as principais diferenças – quando se trata de rock n’ roll – nos anos 50 e 60? Bom, para saber as respostas, basta acessar o link dos cortes abaixo e descobrir tudo sobre o assunto. Aproveite

Lembrando que este é apenas uma parte do nosso bate-papo – pois agora, o Rock In BH fez cortes dos assuntos que foram abordados durante a live. Mas caso você queira assistir completo, acesse o link a seguir: 

Siga-nos também nas redes sociais, pois sempre divulgamos quais serão os próximos entrevistados ou temas de vídeo. 

Site Oficial: https://rockinbh.com.br/​ 

Instagram: https://www.instagram.com/rockinbh_of…​ (@rockinbh_oficial) 

Facebook: https://www.facebook.com/rockinbhoficial​ 

Youtube: https://youtube.com/rockinbh

Quais as principais diferenças entre o rock dos anos 50 e 60​?

Hugo Ribeiro diz que a primeira diferença entre as duas décadas é de que nos anos 50, as pessoas estavam vivendo um momento pós-guerra, então só pensavam em tudo que estava relacionado à diversão, como por exemplo: sexo, drogas e claro, muito rock n’ roll – que retratava os outros dois nas letras das músicas.

Já nos anos 60, começou uma politização desse gênero musical, pois muitos artistas que estavam em universidades, traziam novas sonoridades. 

O grupo Beatles se encaixa nesse meio, pois eles carregavam nas letras muitas filosofias, ideias religiosas vindas da Índia.

Além disso, nos anos 60, o folk começa a surgir cada vez mais forte e outras influências também começam a renascer – e assim, vemos a maneira de como o rock foi se transformando.

Hugo também diz que nos anos 50, o gênero musical estava ganhando forma – pois os artistas estavam começando a fazer pequenas alterações na hora da produção – já na década seguinte, já conseguíamos enxergar o rock da maneira como vemos hoje, por assim dizer. 

Uso da tecnologia

Vale lembrar que foi a partir dos anos 60 que a tecnologia se iniciou – com essa questão de amplificadores, cortes, dentre outras coisas – o que também foi muito importante para o desenvolvimento da década seguinte, em que os artistas observaram que algumas coisas poderiam melhorar – tanto na música em si, quanto nas performances. 

Quem quiser acompanhar um pouco mais sobre a rotina dos convidados que estiveram presentes na live, siga-os nas redes sociais: 

Hugo Ribeiro

Instagram: https://www.instagram.com/hugoleo75/ 

Weverton (Gaguinho)

Instagram: https://www.instagram.com/bedrockteorema/ 

Hércules

Facebook: https://www.facebook.com/hercules.almeida.56 

Gostou? Deixe já seu comentário!

Deixe seu comentário e fale mais a respeito dos conteúdos e projetos de cada um dos convidados presentes. É sempre importante complementar o conteúdo no nosso cenário.  

Compartilhar.

Sobre o Autor